JUIZA QUE FOI ESFAQUEADA EM SÃO PAULO, TRABALHOU EM GUARULHOS.


Louise Vilela Leite Filgueiras Borer, a juíza federal que foi esfaqueada na semana passada dentro do Tribunal Regional Federal da 3ª Região, na avenida Paulista, em São Paulo, por um procurador, já atuou em Guarulhos. Dentre as várias  decisões dela como titular da 6ª Vara Federal em Guarulhos em 2012, uma decisão liminar, determinou o bloqueio dos bens do ex-prefeito Elói Pietá (PT), e de seu antecessor Jovino Candido (PV), devido a irregularidades ocorridas na construção do complexo viário Baquirivu.  

De acordo com o Ministério Público Federal, autor da ação, modificações realizadas sem justificativa no contrato da obra provocaram prejuízos de cerca de R$ 47 milhões. A juíza destacou na decisão que houve omissão dos ex-prefeitos citados e com os bens indisponíveis, “ao autorizarem pagamentos de serviços executados sem autorização contratual, o que é dizer, de forma ilegal, e assim assumiram o risco de propiciar o locupletamento ilícito de particulares em detrimento da administração.”  

Após esfaquear a juíza, o procurador da Fazenda Nacional, Matheus Carneiro Assunção, foi preso na noite de quinta-feira. Louise Vilela Leite Filgueiras Borer foi esfaqueada no pescoço, mas o ferimento foi leve e ela passa bem.

Para a juíza, este fato mostra a vulnerabilidade do sistema judiciário em dar uma segurança maior a todos que trabalham nos fóruns.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *