AGLOMERAÇÕES DURANTE AS FESTAS DE NATAL E ANO NOVO JÁ COMEÇAM A SE REFLETIR NA OCUPAÇÃO DE LEITOS DE UTI

Mesmo com todos os alertas feitos pelas autoridades de saúde, as aglomerações ocorridas durante as festas de Natal e Ano Novo já começam a se refletir na ocupação de leitos de UTI para o tratamento da Covid-19 nos hospitais públicos de Guarulhos. A taxa saltou de 72,45% no último dia 31 para 93,4% nesta segunda-feira (4). O aumento reflete o relaxamento das medidas de prevenção da doença por parte de boa parte da população, que se aglomerou nas ruas, comemorações clandestinas e nas praias nos últimos dias de 2020. 

Essa já era uma preocupação da Secretaria Municipal da Saúde. A técnica da Divisão de Epidemiologia e Controle de Doenças de Guarulhos, Fernanda da Matta Carmo, afirmou na semana passada que o fato de ignorar as medidas de proteção poderia refletir no aumento do número de casos confirmados de Covid-19 na cidade e, consequentemente, superlotar o sistema de saúde. 

Agora, mesmo com o respaldo dos leitos de UTI da Grande São Paulo, cuja taxa de ocupação está em 65% nesta segunda-feira, Guarulhos já se prepara para a contratualização de leitos de UTI Covid-19 na rede privada. Uma ampla pesquisa de preços foi realizada para o caso de ocorrer lotação nos hospitais públicos da cidade. No entanto, a instituição que ofereceu o menor preço e melhores condições neste primeiro certame não apresentou a documentação necessária para efetivar sua contratação.  

Por isso, uma nova pesquisa já teve início para que o município possa efetivar a contratação o mais rápido possível. Enquanto isso, a municipalidade começa a requerer que novos pacientes possam ser transferidos para outras unidades da região metropolitana, onde a taxa de ocupação está em 65%, segundo informações do sistema de regulação Cross. 

Dados da Vigilância Epidemiológica Municipal desta segunda-feira (4)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *