BOA NOTICIA PARA A CIDADE.

A Sabesp entregou, nesta terça-feira, 24/09, a adutora de transferência Tremembé-Cabuçu. O equipamento tem 2,5 quilômetros de extensão e vai transferir 250 litros de água por segundo, beneficiando inicialmente os bairros Jardim Palmira e Jardim Rosana e futuramente o bairro Continental III.

TRABALHOS CONCLUIDOS

Em relação aos trabalhos já concluídos, destaque para a ampliação na produção de água das Estações de Tratamento de agua ETAs Tanque Grande e Cabuçu; implantação de um caminho (by-pass) para a transferência de 100 litros de água por segundo para a Cidade Martins, (embora a população daquela região ainda continue reclamando da falta de agua em alguns dias), a interligação do reservatório de São Miguel em São Paulo,  levando água para a região dos Pimentas; implantação da adutora Edu Chaves (também na Capital) até a caixa d’água de Gopoúva e a adequação no sistema de bombeamento de água do Pimentas.

Para o final de novembro está prevista a conclusão da implantação da adutora Ermelino Matarazzo na Capital ao bairro de Cumbica, com oito quilômetros de extensão, que vai transportar 500 litros de água por segundo. Os bairros que serão beneficiados são: Jardim Centenário, Vermelhão, Jardim Brasil, Jardim Arapongas, Santo Afonso, Vila Paraíso, Jardim Maria Dirce, Jardim Angélica I e II, Parque Alvorada, Parque Brasília, Parque Jurema, Jardim Ansalca e Jardim Guilhermino.

BAIRROS ESTÃO SENDO POUCO A POUCO RECEBENDO AGUA.

Mais de 400 bairros em nossa cidade foram beneficiados e saíram do rodízio que era constante. Dentre eles, Bonsucesso, Cabuçu, Centro, Cecap, Cidade Aracília, Gopoúva, Jardim Tranquilidade, Jardim Santa Cecília, Jardim Santa Inês, Jardim Monte Alegre, Jardim Paraíso, Ponte Grande, Recreio São Jorge, Santa Mena, Taboão, Vila Barros, Vila Galvão. A meta da Sabesp é providenciar água a todos os guarulhenses até o fim do ano, como determinou o governador Dória.

Para os moradores de nossa cidade com a Sabesp o sistema de agua da cidade melhorou bastante e se perguntam, porque demoraram tanto para dar este benefício para a cidade.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *