Crônicas do cotidiano: Ah Moleque…

Clévio morava na periferia da cidade do Rio de Janeiro e já estava ficando de saco cheio de pegar ônibus lotado! Para as pessoas em geral, hora do”rush” era a hora do maior movimento na ida ou na volta do trabalho, porém para quem pega o buzão (ônibus), não tem
essa não, porque é nestes horários que Clévio circulava entre Madureira e a Barra da Tijuca, mas para trabalhar.

Vocês conhecem o caveirão? Sim! É aquele veículo assustador do BOPE. Pois é, o Clévio sonhava em comprar o Caveirinha…um Celta preto, com vidro preto. Ele sabia que o dia chegaria, mas enquanto isso…tava no ponto de ônibus…5:20 AM, esperando o buzão…passa
algumas vans (sabia pela cor e por aqueles malucos de cabeça de fora da janela), zum….zum…zum…passam as vans. Epa! Lá vem meu mercedes…caraca..tá lotado? Neste horário?..Licença, cabe eu aqui..licença que tô atrasado.

Ele conseguiu subir os degraus, mas parou porque não dava mais…a porta fechou e ele se sentiu aliviado de não ter que ficar pendurado na porta. Nos assentos dos idosos e mulheres grávidas tinham três…Um jovem de uns 19 anos, uma jovem de 17, moça solteira e um homem de 42 anos. Quando o ônibus parou em outro ponto subiu uma mulher grávida…Alguns abriram espaço para ela que conseguiu chegar até em frente aos bancos especiais…O jovem olhou pro lado…A menina disfarçou ouvindo música pelo celular e o homem, ao ver a mulher grávida chegando, fechou os olhos e simulou estar dormindo.

Nova parada…Clévio ficava cada vez mais nervoso, porque assim como a garrafa Pet só cabe dois litros, aquele buzão tava super, hiper lotado….levantou o pé para deixar passar alguns passageiros que subiram e não conseguiu mais abaixar o pé….foi de Madureira até
Freguesia assim, apenas um pé no chão e o outro no ar.

Na Freguesia o ônibus esvaziou um pouco. Tratou de sair de perto da porta de entrada e se postou no corredor central…Mão segurando em cima, o buzão parando e lotando…..tava incomodado…..começou a sentir as” bengalas” passando….1 x 0….2 x 0…olhou feio para o 3
x 0 que tava demorando muito para passar….3 x 1…ufa! Enfim uma mulher….3 x 2..ôpa!

Mais uma…4 x 2, Fdp! O cara parou atrás de mim e ainda aproveitou o sacolejo do ônibus e tirou uma onda…olhou feio para o cara que retribuiu com um leve sorriso e tratou de ir mais pra frente. Quando voltou a mão direita para colocar no cano e se segurar, não dava
mais…tinha perdido o lugar da mão. Ficou perplexo porque no lugar da sua, viu umas quatro mãos.

Hora de voltar para casa… 17hs. Hã…Tudo de novo…Se não quebrar o buzão de volta, chego em casa às 19hs…Feliz porque o dia de comprar o caveirinha está chegando, aí vou passar nos pontos de ônibus, abrir o vidro e gritar bem alto……….Aí………na moral….Faço em 30 minutos o que todos fazem em 2 horas…tão ligados?

Aproveite e visite a Livraria Amazon e adquira o meu livro
lançado recentemente, ele está por R$ 41,00 com frete gratuito.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *