DEPENDE DO GOVERNADOR PARA IMPLANTAR “LOCKDOWN”

O prefeito de São Paulo, Bruno Covas disse neste domingo (17) que o sistema de saúde da capital paulista está perto do colapso devido à pandemia de Covid-19, e que depende de prefeitos da região metropolitana e do governador João Doria para implantar um “lockdown” na cidade, medida que restringiria ainda mais a circulação de pessoas.

“A taxa de contaminação na cidade segue em alta e inverteu uma tendência de queda que vinha até o início de maio. Estamos nos aproximando de momentos difíceis”, disse o prefeito.

Covas disse que sozinho não poderia implantar o “lockdown” na capital e que precisaria da concordância do governo do estado e de prefeituras de cidades do entorno da capital, que formam com São Paulo a maior região metropolitana do país, com 21 milhões de habitantes.

“Não há no mundo caso de autoridade pública sem poder de polícia que consiga implantar lockdown”, disse, mencionando o poder do governo estadual sobre as forças de segurança pública e a necessidade de uma ação articulada para que a medida surtisse efeito. 

O prefeito afirmou que a cidade precisa “desacelerar por mais alguns dias para diminuir novamente o ritmo de contágio e salvar vidas”.

Na última sexta-feira (15), o governador de São Paulo, João Doria, disse que a hipótese de “lockdown” em algumas regiões do estado vem sendo estudada pelo comitê destacado para articular as ações contra a Covid-19, mas não anunciou previsão ou deu sua opinião sobre a necessidade de implantação.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *