E GUARULHOS Ó!!!!!!!

Fernandópolis e Sabesp recebem reconhecimento por serviço de saneamento

  Município tem saneamento universalizado e é caso de sucesso do Trata
   Brasil

 O município de Fernandópolis, operado pela Sabesp, foi
 premiado, nesta quinta-feira (17), pelos seus serviços em saneamento
 básico. Durante a 5ª edição do evento “Casos de Sucesso em Saneamento
 Básico – Destaque a Municípios”, realizado pelo Instituto Trata Brasil em
 parceria com a GO Associados, a cidade foi reconhecida pelos bons
 indicadores no quesito abastecimento de água, coleta e tratamento dos
 esgotos.

 O reconhecimento foi feito com base no Sistema Nacional de Informações
 sobre Saneamento (SNIS 2018). O principal objetivo do evento foi dar
 visibilidade aos casos positivos em saneamento. Em Fernandópolis, hoje,
 100% do município é atendido com abastecimento de água, coleta e
 tratamento de esgoto (os dados usados no levantamento do Trata Brasil
 consideram o SNIS 2018, quando a cidade tinha 99,5% de coleta de esgoto e
 96,2% de tratamento).

 Sete municípios: Araçatuba (SP), Brotas (SP), Campo Mourão (SC),
 Fernandópolis (SP), Jaraguá do Sul (SC), Primavera do Leste (MT), Rio
 Claro (SP) e mais a PPP de água Agreste do Alagoas foram os contemplados
 no Casos de Sucesso em Saneamento Básico.

 Durante o evento do Trata Brasil, representantes dos municípios
 contemplados e do setor de saneamento expuseram assuntos como os desafios
 para o setor, os investimentos e novos caminhos para aperfeiçoar e ampliar
 os serviços de saneamento básico no País.

 COMBATE A PERDAS
 Outro fator destacado foi o indicador de perdas de água. Em Fernandópolis,
 o índice ficou em 17,3% (SNIS 2018), taxa bem abaixo do índice nacional
 que foi de 38,4%.

 Investindo no combate a perdas, a Sabesp possui o Programa de Redução de
 Perdas, cuja as ações de melhoria operacional e renovação de
 infraestrutura refletem diretamente na queda do índice na área operada.
 Além disso, a Sabesp realiza vistorias constantes para identificação de
 fraudes e vazamentos.

E Guarulhos a primeira em arrecadação do Estado, excluindo a Capital em toda a eleições é plataforma de campanha de candidatos, como será novamente desta vez, enquanto isto, prometem números milagrosos que NUNCA se concretizam.

Desta vez é pior, pois depois de 2 anos de administração e promessa de solucionar o problema, passou o patrimônio do SAAE todo para a SABESP que hoje mostra a incapacidade do governo municipal ao administrar o antigo SAAE, afirmando que 100% da cidade possui água, quando a população afirma a imprensa que não, que Guarulhos terá enfim até o final deste ano 40% de tratamento de esgôto, o que não é real.

A verdade é que acabou o cabidão de emprego que havia no SAAE, a SABESP hoje administrando a cidade, mostra competência para cuidar da água e esgôto, demonstrando assim que sim com a arrecadação de água e esgoto dá para aumentar o tratamento do esgotamento e tratamento de esgoto que é marca das incompetentes administrações que passaram pela cidade, só usando o SAAE para colocar apaniguados dos prefeitos nos últimos 20 anos e deixando em todos nós o gosto amargo de um esgoto politico e com uma falta de água para a população que beirava a um crime sanitário.

A Fernandópolis e a Sabesp os parabéns e aos guarulhenses, vamos colocar para correr aqueles que utilizarem o nome do antigo SAAE como plataforma politica em nossa cidade, porque ótimos profissionais o SAAE possuia, só faltou um prefeito que tivesse o respeito pelos cidadãos que os elegeram com a promessa de que iriam resolver o problema de saneamento de nossa cidade.

Graças a Deus temos hoje a SABESP administrando Guarulhos, pois enfim teremos um percentual de tratamento de esgoto nunca visto em nossa cidade, diminuindo assim doenças e respeitando o meio ambiente, porque ainda somos a cidade que mais poluentes despejamos no Rio Tietê e provavelmente em um ano, teremos 100% de água para todos.

Para mim é a mesma história do “cara” que devolve o carro ao Banco porque não tem a competência de pagar o empréstimo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *