FRAUDES DE ENERGIA EM GUARULHOS ULTRAPASSAM 6.000 OCORRÊNCIAS

No ano de 2.019, a distribuidora de energia elétrica de Guarulhos EDP
atuou constantemente contra o problema de fraudes na energia elétrica,
popularmente conhecida como “gatos”, que expõe não somente o autor
como terceiros a sérios riscos, como choques elétricos, curto circuitos e
até incêndios, e acarretam prejuízos para toda a população.


Durante as fiscalizações foram constatadas 6.390 irregularidades tanto em
residências, como nos comércios e indústrias da região. A energia
recuperada pela EDP 39,9 Megawatts-hora (MWh) é suficiente para
abastecer as cidades de Poá e Guararema durante um mês.

Após o flagrante, o responsável pelo local é convidado a participar da apuração da energia que foi furtada junto a técnicos especialistas da empresa, e de acordo com as regras da (ANEEL) Agência Nacional de Energia Elétrica, o responsável é cobrado pelo valor que não foi faturado no período do furto.


A tecnologia faz parte do trabalho essencial no combate às fraudes.
Através de uma central integrada de monitoramento remoto e
ferramentas de modelagem estatística, a companhia consegue identificar
com maior precisão as inconsistências na medição dos clientes, com
alertas e o mapeamento na suspeita de irregularidades e dessa maneira
com equipes especializadas, munidas com equipamentos de última
geração, realiza fiscalizações de campo em toda área de Concessão.


Essas ocorrências além de perigosas, contribuem tornando a conta de luz
mais cara para todos os consumidores, uma vez que a quantidade de
energia perdida por fraude e os custos para identificar e coibir as
irregularidades são levadas em conta pela Aneel para estabelecer o valor
da tarifa de energia para cada área de concessão, sendo que o Estado
também é prejudicado, pois deixa de arrecadar o (ICMS) Imposto sobre
Circulação de Mercadorias e Serviços, que é cobrado na conta de energia
elétrica, deixando de ser utilizado em benefícios para a população.


Fora o impacto financeiro, esses furtos e fraudes de energia elétrica
pioram a qualidade dos serviços prestados, que prejudicam todos os

consumidores, porque as ligações clandestinas sobrecarregam as redes
elétricas, que deixam o sistema de distribuição mais suscetível a
interrupções e oscilações no fornecimento de energia.


De acordo com a (ABRADEE) Associação Brasileira dos Distribuidores de
Energia, ligações clandestinas é a quarta maior causa de mortes no país
relacionada à energia elétrica, somente no ano de 2.018 foram registrados
12 óbitos no Brasil, e cabe ressaltar que de acordo com o Artigo 155 do
Código Penal Brasileiro, prevê que furto de energia é crime passível de
multa e prisão de um a quatro anos para o infrator.


“Muitas vezes, os “gatos” são feitos de forma precária, o que aumenta o
risco de acidentes graves a quem pratica o crime e para toda a população.
O objetivo das ações da EDP é garantir a segurança e também a qualidade
dos serviços aos consumidores que pagam suas contas em dia”, destaca
Giuliano Vieira, gestor executivo da EDP.


Com o intuito de conscientizar a população e alertar tanto crianças como
adultos sobre os riscos das fraudes, a EDP realiza projetos durante o ano
todo com comunidades e escolas dos municípios onde a concessionária
atua.


A EDP solicita que a população contribua, denunciando as ligações
irregulares, e disponibiliza os seguintes canais de atendimento aos
consumidores:

  • Site EDP Online: www.edponline.com.br;
  • Aplicativo EDP Online (compatível com as plataformas Android tm , iOS e
    Windows Phone);
  • Agências de atendimento (o endereço de cada ponto pode ser
    encontrado no site EDP Online);
  • Central de Atendimento ao Cliente: 0800 721-0123 (ligação gratuita, 24
    horas por dia, durante os sete dias da semana).
    A EDP salienta que a denúncia é sigilo total, e que a inspeção é realizada
    com a máxima urgência.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *