FAMÍLIAS SÃO CONVOCADAS PELA PREFEITURA DE GUARULHOS PARA EXUMAÇÃO

O Departamento de Serviços Funerários de Guarulhos convoca familiares de sepultados nas Quadras Q, X, R1 e T na Necrópole do Campo Santo (Cemitério da Vila Rio), localizado na Avenida Benjamin Harris Hannicutt, nº 1.327 na Vila Rio de Janeiro, cujo horário de atendimento é 24 horas durante todos os dias da semana, e também nas Quadras B e C do Cemitério Nossa Senhora de Bonsucesso, localizado na Rua Dona Catharina Maria de Jesus, nº 708 no bairro de Bonsucesso, cujo horário de atendimento é de 2ª a 6ª feira das 7h30 às 18h, para providenciar o agendamento da exumação dos restos mortais de seus entes. 

As Quadras citadas já estão com o prazo para exumação, que é de três anos a contar da data do sepultamento, já esgotado. A convocação se deve para a limpeza das áreas e a abertura de novas sepulturas. 

O procedimento de exumação dos restos mortais deve ser agendado na administração dos respectivos cemitérios o mais breve possível por ascendentes (pais, avós), descendentes (filhos maiores de 18 anos), cônjuge ou responsável legal, com a apresentação da certidão de óbito e RG do responsável pela exumação. Os restos mortais que não forem resgatados pelas famílias vão ser encaminhados para o ossário coletivo. 

Para os familiares consultarem informações a respeito da localização da sepultura e o prazo de exumação, basta acessar á página funeraria.guarulhos.sp.gov.br, clicar em Localizar Sepultura e após digitar o nome da pessoa falecida e o ano do falecimento.

A diretora do departamento de Serviços Funerários Rosemeire Batista Salgado de Almeida solicita a colaboração dos munícipes para o bom andamento do serviço. “Cemitérios são espaços limitados e o procedimento de exumação é fundamental para atender as famílias que necessitarem do serviço. O prazo para a retirada das ossadas é de conhecimento das famílias e é muito importante que as pessoas cumpram os procedimentos. Dessa forma, podemos continuar atendendo todos da melhor forma possível neste momento difícil para as famílias”, afirmou.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *