FEBRE AMARELA PREOCUPA O MINISTÉRIO DA SAÚDE.


O Ministério da Saúde alerta quanto à vacinação contra a febre amarela, especialmente à população das regiões Sul e Sudeste, que possui grande contingente populacional e baixo número de pessoas vacinadas, o que contribui diretamente para os casos da doença. As regiões são o centro de atenção de especialistas após a morte de 38 macacos contaminados nos estados de São Paulo, Paraná e Santa Catarina. 

Um total de 1.087 notificações de mortes suspeitas de macacos foram registradas no país, os dados são do boletim epidemiológico do Ministério da Saúde divulgado nesta quarta-feira 15.01, que apresenta o monitoramento da doença no período de julho de 2.019 até o dia 08 de janeiro deste ano.

Para este ano Ministério da Saúde quer que a vacinação atinja o maior número possível de pessoas vacinadas, pois as manifestações nos macacos contaminados, só tem aumentado o temor de uma epidemia, pois este ano, as previsões do tempo, favorecem a proliferação do mosquito.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *