FIGUEIREDO FINALIZA PEREZ E MANTÉM CINTURÃO NO UFC255.

Brasileiro utiliza sua famosa guilhotina para liquidar o adversário na luta principal do UFC 255, realizado no sábado, em Las Vegas (EUA), em sua primeira defesa de cinturão

Por Combate.com — Las Vegas, EUA

O paraense Deiveson Figueiredo brilhou em sua primeira defesa de cinturão do peso-mosca do Ultimate, sábado, em Las Vegas (EUA), pelo UFC 255. O “Deus da Guerra” finalizou Alex Perez na guilhotina a 1m57s do primeiro round, na luta principal do evento, e manteve o título no Brasil.

Em grande fase na organização e sem sofrer danos neste combate, Deiveson Figueiredo pediu para enfrentar Brandon Moreno – que também saiu vitorioso no UFC 255 -, em dezembro.

Deiveson Figueiredo finalizou Alex Perez no UFC 255 — Foto: Getty Images

Deiveson Figueiredo finalizou Alex Perez no UFC 255 — Foto: Getty Images

– Eu treinei muito. Preparei essa surpresa, sabia que ele não iria querer trocar. Falei que finalizaria no primeiro round. Me chame Mestre dos Magos. (…) Eu sabia que ele usaria esse jogo comigo, usou contra o Formiga e acabou nocauteando. Sou inteligente, vim para quebrar o jogo dele. Ele nunca me viu chutando. Quero enfrentar o Brandon Moreno. Brandon, você quer lutar comigo em dezembro? Estou à disposição. Dana, vamos fazer essa luta acontecer. Eu sou muito bom de guilhotina, faço isso a vida toda. Ele fez algo que não deveria ter feito: me colocar para baixo. O cara que me colocar para baixo no octógono vai cometer o maior erro da vida, porque vai ser finalizado

Deiveson Figueiredo venceu pela 20ª vez na carreira – ele amarga apenas uma vitória, para o compatriota Jussier Formiga. O paraense, que se tornou campeão em julho deste ano ao finalizar Joseph Benavidez, vai aguardar a definição do UFC para saber se o próximo desafiante será Brandon Moreno, primeiro colocado no ranking da divisão, ou Cody Garbrandt, que havia sido escalado para encarar o “Deus da Guerra”, porém, foi forçado a se retirar do card por lesão.

A luta

Deiveson Figueiredo vibra ao bater mais um adversário — Foto: Getty Images

Deiveson Figueiredo vibra ao bater mais um adversário — Foto: Getty Images

O desafiante Alex Perez foi quem tomou a iniciativa ao lançar um chute – que passou no vazio. Deiveson FIgueiredo respondeu com um chute na costela do americano. Confiante, o campeão dos moscas atuava com a guarda baixa, enquanto o adversário aplicava dois chutes no seu corpo. Acelerado, Alex Perez não quis saber de trocar: catou a perna esquerda do campeão, que se equilibrou apenas com a perna direita. Sem afobação, Deiveson Figueiredo evitou a queda (segurou na grade, o que é proibido e levou um tapa na mão do árbitro central). A surpresa veio logo em seguida: o paraense fez a transição dando um bote na perna de Alex Perez, que ficou perdido. Deiveson procurou se levantar – o americano achou que era hora de pegar suas costas -, mas notou uma brecha para utilizar sua afiada guilhotina, ajustou a posição e finalizou com classe.

UFC 255
21 de novembro de 2020, em Las Vegas (EUA)
CARD PRINCIPAL
Deiveson Figueiredo venceu Alex Perez por finalização a 1m57s do R1

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *