GOVERNADOR JOÃO DORIA PRORROGA QUARENTENA NO ESTADO DE SÃO PAULO

O isolamento social contra a Covid-19 foi prorrogado até o dia 10 de maio no estado de São Paulo. O anúncio foi feito durante a coletiva do governador João Doria, nesta sexta-feira (17) após se reunir no período da manhã com integrantes do Centro de Contingência do Coronavírus de São Paulo. Doria disse que a medida é uma tentativa de evitar um colapso no sistema de saúde durante o combate à pandemia. 

O mês de maio está sendo considerado o mês de pico da epidemia no estado. A decisão pela manutenção da quarentena foi unânime entre os especialistas do comitê do coronavírus liderado pelo infectologista David Uip. Para o novo período de isolamento estão mantidas as regras atuais. Mas o governador disse que elas podem ser reavaliadas a qualquer momento. 

São Paulo está sob medidas de isolamento social desde 22 de março. Somente serviços essenciais estão autorizados a funcionar atualmente no estado.

O estado já contabiliza 11.568 casos confirmados de Covid-19 com 853 óbitos. Em todo o estado tem tido níveis diferentes de isolamento social por região. Há municípios em que a taxa de respeito à quarentena supera 60% e em outros, como a capital paulista, está difícil manter 50% da população em casa. 

Desde o feriado da Páscoa o governo paulista tem reforçado o apelo para que a população respeite a orientação de ficar em casa. Os índices de isolamento social monitorados por operadoras de celulares mostraram que a adesão nos últimos dias não tem superado os 50%. O ideal seria uma taxa de 70%, segundo autoridades médicas, mas o governo estava considerando na última semana razoável um indicador entre 50% e 60%.

Nesta quinta-feira (16), a prefeitura da capital informou que alguns hospitais municipais chegaram a sua ocupação máxima de leitos de UTI mesmo antes do estado atingir o pico da transmissibilidade do coronavírus, previsto para maio.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *