Japão se prepara para vacinar atletas olímpicos e paralímpicos do país

O Japão está se preparando para oferecer vacinas contra covid-19 a cerca de 2.500 atletas olímpicos e paralímpicos e equipes de apoio, usando doses doadas aos Jogos em meio à revolta pública com o ritmo lento da campanha de imunização do país.

Faltando menos de três meses para a Olimpíada começar, o Japão está tendo dificuldade para conter uma disparada de casos do novo coronavírus, e a maioria da população quer que ela seja cancelada ou adiada uma segunda vez.

Só cerca de 2,6% dos japoneses já foram vacinados até agora, e reportagens do mês passado segundo as quais os atletas serão priorizados causaram indignação nas redes sociais.

Mas na semana passada, a Pfizer e sua parceira alemã BioNTech disseram que doarão doses de sua vacina contra covid-19 através do Comitê Olímpico Internacional (COI) para ajudar a imunizar atletas e suas delegações participantes dos Jogos Olímpicos e Paralímpicos.

Autoridades do Comitê Olímpico Japonês e do Comitê Paralímpico Japonês disseram nesta quarta-feira (12) que no momento estão perguntando a cada federação atlética quantas pessoas querem ser vacinadas e quando isto deve acontecer.

“Nossas autoridades estão dizendo que garantiremos que não haverá problemas para a população geral”, disse Miho Kuroda, do Comitê Paralímpico Japonês.

Segundo uma reportagem do jornal Yomiuri Shimbun, as vacinações podem começar já em junho, mas as autoridades disseram que a ocasião, assim como outros detalhes, tais como quem dará as vacinas, ainda não está clara.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *