JUSTIÇA DE SÃO PAULO LIBERA CULTOS RELIGIOSOS

O presidente do Tribunal de Justiça de São Paulo (TJSP), desembargador Geraldo Francisco Pinheiro Franco, suspendeu uma liminar que determinava a proibição de cultos religiosos e sanções para casos de descumprimento dos decretos referentes à pandemia pelo novo coronavírus.

Para o magistrado, cabe aos líderes religiosos orientar os fiéis. “Aos líderes religiosos, no desempenho da função acolhedora, pacificadora e de propalada preocupação com seus fiéis, cabe mostrar como desempenham esse papel em momento de grave crise sanitária.”

*Com informações Agência Brasil  

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *