LIBERADO O USO DE CLOROQUINA

O novo protocolo do Ministério da Saúde para liberar o uso da cloroquina até mesmo em pacientes contaminados por Covid-19 em sintomas leves não é assinado por nenhum técnico ou médico colaborador. O texto divulgado tem apenas a informação de que trata de “orientações do Ministério da Saúde para tratamento medicamentoso precoce de pacientes com diagnóstico da Covid-19”.

O primeiro protocolo sobre tratamento da doença provocada pelo novo coronavírus foi divulgado pelo Ministério da Saúde em 06 de abril de 2020 e restringia o uso da cloroquina apenas para pacientes hospitalizados e em estágio grave da doença. O documento foi elaborado pela Secretaria de Ciência, Tecnologia, Inovação e Insumos Estratégicos em Saúde (SCTIE). O texto registra ainda que participaram da edição o Departamento de Gestão e Incorporação de Tecnologias e Inovações em Saúde (DGITIS), a Coordenação-Geral de Gestão de Tecnologias em Saúde (CGGTS), a Coordenação de Gestão de Protocolos Clínicos e Diretrizes Terapêuticas (CPCDT) e uma lista de profissionais médicos de diversos hospitais que auxiliaram na sua elaboração).   

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *