MORADORA DA PONTE GRANDE NÃO SABE A QUEM MAIS RECLAMAR.

Meu nome é Nívea de Mauro, sou residente no município de Guarulhos há 49 anos, na Rua Isabel Spina Perella no bairro da Ponte Grande.

Fico indignada com matérias publicadas em jornais locais, sobre a atuação da Prefeitura de Guarulhos e a Proguaru em outros bairros, o que não ocorre no bairro da Ponte Grande há muito tempo.

No período das chuvas (que está ocorrendo neste mês de novembro), a rua onde resido e a Rua Pedro Perella ficam alagadas, se algum morador estiver com seu veículo estacionado na porta da sua residência tem que retirar para que não fique cheio de água o que já ocorreu comigo. 

A Avenida Guarulhos se transforma em um mar, porque até ondas se formam devido à queda de água que escorre dos morros da região, provavelmente devido à falta de manutenção nos morros e as bocas de lobo entupidas. Nesta avenida todo o comércio local está instalado “Mercados, Farmácias, Padarias, entre outros” e os moradores tem que esperar a água baixar até para comprar pão. 

O bairro abriga escolas e creche, e as pessoas que não tem condições financeiras para arcar com o custo de Perua Escolar tem que enfrentar tudo isso.

CAIU A PLACA DE SINALIZAÇÃO


E para ressaltar o movimento do trânsito na Rua Isabel Spina Perella e na Rua José Pessini deve ser averiguado pela Secretaria competente, já denunciei o fato do trânsito com a apresentação de fotos ao Jornal ClickGuarulhos que fez a publicação, mas a Prefeitura respondeu que os interessados devem fazer a reclamação no Fácil, diga-se de passagem perder um dia de trabalho na fila para fazer uma reclamação que é obviamente justa, porque exatamente nessas ruas circulam pessoas que vão buscar seus filhos no colégio ou na creche e correm risco de vida caso não tenham atenção, felizmente nada grave ocorreu até agora, mas com o tráfego de veículos no local que é absurdo, a qualquer dia uma colisão grave de veículos irá ocorrer. 

RUA ISABEL SPINA PERELLA SÓ TEM SINALIZAÇÃO NO INICIO.

Enfim, gostaria que o Prefeito Guti tomasse atitudes no bairro da Ponte Grande, antes das eleições do ano que vem.


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *