REGISTROS DE NASCIMENTO CAEM 15,7% EM JANEIRO EM SÃO PAULO

Nove meses após o início da pandemia de covid-19 no Brasil, o número de registro de nascimento em janeiro de 2021, no estado de São Paulo, foi o menor desde janeiro de 2002. Os dados, divulgados hoje (19), constam de levantamento da Associação dos Registradores de Pessoas Naturais do Estado de São Paulo (Arpen-SP).

No mês passado, foram feitos 45.222 registros de nascimento no estado, número 15,7% menor que o verificado em janeiro de 2020, que ficou em 53.690. De acordo com a Arpen, os dados mostram que a pandemia influenciou a decisão dos casais de ter filhos.

Na capital paulista, a diminuição do número de registros de nascimento no primeiro mês de 2021 foi ainda maior, comparada a janeiro do ano passado. A queda foi de 21,53%, com 12.476 registros ante os 15.899 feitos em janeiro do ano passado. O patamar de nascimentos na cidade é o menor desde 2004.

Segundo a Arpen, o número de nascimentos registrados em 2021 ainda pode vir a aumentar, já que houve expansão do prazo legal para comunicação de registros em razão da situação de emergência causada pela covid-19.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *