SABESP EM GUARULHOS.

Os moradores de nossa cidade estão diariamente se acostumando com a presença da Sabesp em nossa cidade e o mais interessante são as comparações que estão sendo feitas com o nosso antigo Saae, que por anos cuidou da água e esgoto de Guarulhos.

Por ser autônomo o Saae, sempre foi ligado as administrações que por aqui passaram, desde Primo Poli seu primeiro superintendente, passando por Darci Pannocchia, Toni Mudalen e outros, mas infelizmente devido ao progresso vertiginoso de nossa cidade, não pode acompanhar com a mesma velocidade o crescimento havido.

Depois, de contrair dívida milionária com a Sabesp, nada restou do que devolver o Saae ao governo estadual que neste momento está iniciando a administração do saneamento local.

Porém, o que chama mais a atenção, são as pesquisas de satisfação que a população está participando elogiando o trabalho que a Sabesp, está realizando na cidade, onde hoje com apenas um dia após realizar o pedido, no dia seguinte o morador é atendido.

Nos últimos anos, lembram os moradores, ficavam horas nas filas para terem seus pedidos solicitados, ninguém sabia quando seria e se seria atendido e ainda faltava agua nas suas torneiras, ou se rua, rua um dia teria o esgoto.

Esgoto este por sinal, que é o mais poluente do nosso Rio Tiete, afinal nossa cidade trata apenas de 5% de acordo com divulgação da imprensa, ou outros 95% são jogados “in natura” neste importante rio de nosso Estado.

Alguns financiamentos foram obtidos durante algumas gestões anteriores de prefeitos que por aqui passaram, porém de acordo com os especialistas da área, foi feito a estação de esgoto, mas não foram feitas as ligações com a rede, logo, não foi tratada o esgoto e assim foi dado uma Ferrari para um motorista que não sabia guiar.

E olha que no Saae, tivemos grandes profissionais, alguns reconhecidos até internacionalmente como o engenheiro Plinio Thomaz, o engenheiro Marcos Carvalho, porém nunca foram chamados e quando chamados foram nunca foram ouvidos.

Então, em nossa cidade, desde a administração petista, ninguém se ateve que o dinheiro que veio do governo federal, seria para as estações de tratamento de esgoto, mas que para funcionar, elas teriam que estar ligadas a rede da cidade.

Almeida, pode se dizer que foi nestas 3 ultimas administrações o que mais avançou nesta área, pois conseguiu e implantou 3 estações na cidade, mas em seguida, ninguém ligou as estações a não ser no dia da inauguração, apenas solenemente.

Agora temos a Sabesp e Dória já avisou que a cidade terá os 100% de abastecimento de agua e pelo menos até o fim de seu primeiro mandato, teremos 75% de tratamento do esgoto.

A cidade agradece, as saúdes dos nossos moradores agradecem, o meio ambiente agradece e nós jornalistas profissionais agradeceremos se realmente tudo isto sair do papel para a notícia.

A verdade é que a Sabesp, hoje, conserta dentro de um tempo razoável e principalmente tapa os buracos feitos, com material adequado, coisa que até a pouco tempo, isto não acontecia.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *