SÃO PAULO REGISTRA A PIOR TAXA DE ISOLAMENTO SOCIAL NESTE DOMINGO

O governador de São Paulo, João Doria anunciou nesta segunda-feira (11) que o estado registrou uma taxa de 53% de isolamento social neste domingo (10), de acordo com o Sistema de Monitoramento Inteligente (Simi), que acompanha 104 municípios com mais de 70 mil habitantes. O índice foi o pior para o dia desde o início da quarentena, medida de isolamento social adotada para evitar a propagação do coronavírus.

“O índice de isolamento de ontem, domingo, dia 10 de maio foi igual, região metropolitana, interior e litoral 53%. Este é um índice próximo do índice médio desejado que é de 55%. Peço sempre que todos, rigorosamente, possam fazer um esforço para manter o isolamento. Se mantivermos a média de 55%, portanto, dois pontos acima da média de ontem nós poderemos flexibilizar a partir do término dessa quarentena no dia 31 de maio. Portanto, flexibilização dependerá da adesão e participação do maior número possível de pessoas”, disse o governador João Doria.

Questionado sobre a possível decretação de um lockdown em São Paulo, versão mais rígida do distanciamento social, o governador João Doria informou que a medida não está prevista, mas não é descartada.

“Não há lockdown previsto neste momento, mas ele não está excluído. Se houver essa necessidade, ou seja, de um endurecimento de medidas, nós não hesitaremos em adotar, mas só faremos isso sobre recomendação expressa da área de saúde. Neste momento, não há essa decisão, nem na capital de São Paulo, nem no estado de São Paulo”, disse Doria.

O estado de São Paulo chegou neste domingo (10) à marca de 3.709 mortes causadas pelo coronavírus, segundo dados da Secretaria Estadual da Saúde. Foram 101 novos óbitos registrados no estado nas últimas 24 horas.

De sábado para domingo foram registrados 1.033 novos casos confirmados do coronavírus em todo o estado e o número total de pacientes positivados com a doença chegou a 45.444 pessoas, segundo os dados do governo. 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *